+

Movimentos telúricos

fotografia analógica

_

Ensaio disponível para venda 

na galeria Espaço sem nome

com curadoria de Clara Figueiredo e 
Gabriel Kogan 

movimentos telúricos

resultam dos movimentos telúricos 

que tardam seus milhares e milhares de anos

as fissuras por donde correm as águas

as montanhas que dobram-se diante de nós

 

ranhuras que os homens foram capazes de registrar: 

aplainaram em uma folha de papel o desenho daquelas camadas, 

permitindo-nos reconhecer e apontar

com extrema exatidão

donde estão as quebras e como desfazem-se os planos 

aos quais enxergamos quando, imersos, adentramos suas linhas 

- posicionamo-nos em meio a suas fendas.

 

quebras que no plano são apenas ranhuras

e que, em sua essência, 

não pertencem a plano algum

 

sob ranhuras, afrescos